quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Presente ou Futuro?



Os cartoons têm este dom de, por vezes, resumirem ideias que poderiam motivar um número infindável de páginas escritas.

No caso deste, que encontrei no meio do meu arquivo, a pergunta que faço está no próprio título deste texto: será esta imagem o espelho do tempo presente ou do futuro?

Na minha opinião a nossa sociedade continua machista, embora as mulheres se tenham afirmado e conquistado, a custo, uma noção de igualdade (que na minha opinião não é ainda total). Haverá quem defenda que são elas que mandam e quem até afirme que sempre foram (vendo de uma certa forma será que é verdade?).

Talvez esteja a lançar um tema demasiado vasto e complexo mas aguardo com expectativa os comentários que possam surgir.

Continuação de boa semana para todos,
FATifer

17 comentários:

  1. Se imagem de futuro, ainda vem lá muito distante... suponho que muito para além do meu tempo de vida!

    Nem sequer creio que seja grande ideia, porque as que chegam ao poder (actualmente), copiam os modelos masculinos, ficando assim transformadas em mulher-homem... :S

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  2. Teté,

    Vejo que concordas que a nossa sociedade ainda é machista e prova disso será que “…as que chegam ao poder (actualmente), copiam os modelos masculinos, ficando assim transformadas em mulher-homem... ”. Haverá quem possa contrapor dizendo que o estilo de liderança das mulheres é, por vezes, diferente mas no geral parece-me que tens razão.

    Esta questão do poder e de quem “manda” terá várias formas de ser analisada… já disse isto por aqui mas sinto necessidade de o repetir: parece-me que não há quem pense as nossas sociedades… parece que tudo vai evoluindo (ou não) ao sabor do que acontece e não porque exista um caminho, um plano, um objectivo… como disse este assunto é muito vasto e não se poderá esgotar por mais que escrevamos…

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  3. SSShhiuuuu ...! Vou-lhes dizer um segredo dos homens:
    Eles querem dar a entender à mulher que é ela que decide e que manda ..., mas só em 90% das coisas (as pouco importantes ...), nas restantes 10% (aquelas que importam) é ele que decide :))) Ssshiuuu (não digam que fui eu que disse);))
    .

    ResponderEliminar
  4. Rui da Bica,

    Ok eu não digo que foste tu que disseste ;)

    Agora pergunto-me se essa será uma “regra universal”?

    Abraço,
    FATifer

    ResponderEliminar
  5. é verdade que nos ultimos anos as mulheres têm tido uma evolução muito positiva no que concerne ao seu lugar na sociedade, seja a nivel social, politico, educativo e mesmo no mundo do trabalho.
    Há neste momento mulheres com licenciaturas, o que lhes era vedado até há bem pouco tempo; há mulheres em cargos directivos em empresas fulcrais ao desenvolvimento do país; há mulheres em cargos políticos de topo. Hoje a independência financeira das mulheres deu-lhes um capital social que não existia quando não trabalhavam e dependiam dos maridos ou dos pais; a liberdade sexual remeteu-as para o papel de igualdade nas relações.
    Ganharam o direito ao voto, o direito a pensar pela propria cabeça e a exprimir opinião.
    Estranhamente continua no entanto a haver grande discriminação, mulher fica grávida e quando isso acontece é dispensável; mulher pode trabalhar tanto como o homem mas é sempre penalizada em termos de salário; a tx de desmeprego é superior nas mulheres do que nos homens. E podia continuar.

    Não sei quando, mas acredito que um dia haverá de facto igualdade, sei também que se há culpas, muitas delas são nossas, mulheres, porque se este mundo em que vivemos é machista, continua a sê-lo porque não somos capazes de educar os nossos filhos no sentido contrário. Já alguém deu de caras com uma mulher machista? Eu já e são tão piores que os homens!

    ResponderEliminar
  6. Gata 2000,

    Fizeste um bom resumo de grande parte do que coloquei aqui a debate. Vejo que partilhas as minhas dúvidas sobre que género de igualdade alguma vez vai ser alcançado nesta sociedade ainda machista.

    Reforço a ideia que há mulheres mais machistas que homens e esse facto sempre me deixou perplexo… também concordo que a chave está na educação mas isso leva gerações.

    Obrigado pela tua contribuição.

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  7. As mulheres que chegam ao poder não usam mesmo esses sapatos! Usam aqueles de biqueira de aço, que bem precisam!

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  8. Cara deusa Pax,

    Não deixa de ser uma imagem interessante a que deixas… mas… não sendo muitas, já existem mulheres com poder que usam os sapatos da imagem :P

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  9. Presente não
    só mesmo se for futuro

    ResponderEliminar
  10. Por trás de um grande homem sempre esteve uma grande mulher, por isso, na prática...adivinha quem manda, hem???

    ResponderEliminar
  11. Mas, sabes, já não acredito que as coisas evoluam. A tecnologia, talvez (ok, ok, evoluiu muito), mas a sociedade está igual...o tribalismo e os instintos primários continuam a ser o pão nosso de cada dia.

    ResponderEliminar
  12. LopesCa,

    Pois todos parecem concordar que sim e há mesmo quem coloque em causa se será futuro (ou e então se a pegada não devia ser diferente) :)

    Bem-vinda ao nosso espaço volta sempre,
    FATifer

    ResponderEliminar
  13. Vani,

    Querendo provocar um pouco chamaria a tua atenção para o comentário do Rui da Bica… ;)

    No que se refere a evolução eu acho que a houve, não acho que a sociedade esteja igual como dizes (até porque há várias sociedades neste planeta que têm evoluído de forma diferentes não te esqueças) mas insisto que as sociedades deveriam evoluir de uma forma mais estruturada mas tal ideia será talvez uma utopia minha.

    “…o tribalismo e os instintos primários continuam a ser o pão nosso de cada dia.”

    Pergunto se algum dia poderemos eliminar por completo os instintos primários ou mesmo se isso seria desejável? (eu sei, é um debate demasiado amplo para esta caixinha de comentários…)

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  14. A igualdade nem é discutível, é tão natural como ser-se homem ou mulher… tudo na vida deveria ser natural, valor a quem tem valor.

    As universidades estão com mais mulheres do que homens, muito mais, o que leva a acreditar que, naturalmente, em 1 ou 2 gerações a situação vai mudar.

    O que eu gostava é que essa mudança fosse natural e não com COTAS, a maneira mais ridícula de colocar mulheres em lugares de decisão como é o caso da política.

    ResponderEliminar
  15. Ahahahahah, isso pensam vocês, Rui e Fat! :D pensem assim...hoje em dia, nem para ter filhos a mulher precisa do homem... :D

    ResponderEliminar
  16. Caro Paulo,

    Concordo que não se deve pôr em causa a igualdade mas pode-se e deve-se analisar se esta é realmente praticada, por assim dizer. Como sabes, há sociedades (não necessariamente a nossa) onde a igualdade não é uma realidade.

    1 a 2 gerações será que sim?...

    Quanto às cotas, estou perfeitamente de acordo, é ridículo pois tira (ou abre a porta a que se possa pôr em causa) o mérito a quem o tem!

    Abraço,
    FATifer

    ResponderEliminar
  17. Vani,

    Repara que eu não concordei com o Rui da Bica e quando te chamei a atenção para o comentário dele avisei logo que era um provocação! :P

    Quanto ao argumento que usas só será válido se estiveres a considerar fecundação de um óvulo por um óvulo, coisa que, a última vez que vi, está longe de ocorrer natural e espontaneamente, pelo menos de forma recorrente ou corrente, certo? :P

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar

Este local serve para largar comentários, daqueles, dos inteligentes e com sentido...todos os outros, que consideremos que não cumprem esses critérios, serão eliminados prontamente. Mais...anónimos amigos por favor identifiquem-se, já basta não conhecermos a cara...pelo menos o nome/nick.
Desde já o nosso agradecimento, voltem sempre!

Ah! E a pedido da nossa estimada leitora Van, passamos a avisar que a leitura deste blogue engorda!