quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Tristeza no trabalho

.

Há certas coisas que me custam bastante compreender.
.
Alguém me sabe explicar porque é que as top ou semi-top models, que (supostamente) têm tudo para serem felizes, desfilam quase sempre com aquele ar de quem quer matar alguém ou de quem é o ser mais miseravelmente infeliz à superfície da terra?!
.
Compreendo que estejam ali para mostrarem a... hum... coisa e não o cabide, mas com o que lhes pagam, custava assim tanto fingir que gostam do que fazem?!
.
.
.
.
.

.


.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Nota:

Duas fotos escolhidas entre centenas de modelos igualmente infelizes, com o simples critério de que foram as únicas encontradas em que o conceito de "roupa", ainda que com relativa distância, mais se aproximava do meu..

36 comentários:

  1. Eu acho que elas são ensinadas a pôr aquele arzinho de enjoo, que os estilistas não querem que a população olhe mais para os cabides do que para aquela espécie de roupa que eles "criam"...

    A escanzelada da segunda foto até tem uma espécie de mamilo a sair de fora, no que se pode imaginar ser uma espécie de mama!

    Beijocas! :)

    ResponderEliminar
  2. Teté,

    Tendo em consideração aquilo a que eles chamam de "roupa", qualquer pessoa olharia para os trapos nem que desfilassem vestidos numa retroescavadora!

    Eu encontrei várias com UMA mama de fora. Tendo em consideração que a esmagadora maioria das mulheres costuma ter duas, calculei que fosse defeito na alça!
    ;)
    Beijos!

    ResponderEliminar
  3. "o conceito de "roupa", ainda que com relativa distância, mais se aproximava do meu"

    Huuuum! Costumas andar também com a mama de fora?

    ResponderEliminar
  4. The One,

    EU poderia usar perfeitamente aquela coisa, sem fazer aquela figura!
    É que EU TENHO aquilo a que se chamam MAMAS e, portanto, conseguem segurar a roupa! Ora toma!

    ;)

    ResponderEliminar
  5. Penso que fazem aquela cara de "infeliz" porque é um modo de ser neutro e destacar a roupa. Não podem sorrir para a câmara, nem fazer ar de desafio etc. Elas desfilam para mostrar a alta costura, não para se mostrarem a elas próprias.

    ResponderEliminar
  6. As super modelos de há 10 ou 15 anos eram mulheres normais com corpo normal, provavelmente os estilistas eram também mais normais…

    O que temos visto, é que os estilistas mais famosos são todos uns excêntricos logo tudo tem que ter excentricidade. Não raramente as caras dos manequins têm máscaras ou maquilhagem que não deixa ver a cara ou então têm a cara dessas aí. A imagem das modelos ou não interessa para nada, e elas anulam-se, ou então entram na onda da excentricidade e… magrinhas como são, fazem as caras feias apenas porque estão cheias de fome ou na ressaca de “alguma coisa”….

    Tudo faz parte de uma anormalidade normal, para a "fauna" que ronda o meio.

    Quem já viu o filme BRUNO?, muitas das respostas estão lá, ou ainda um filme com alguns anos, Prêt à Porter do R. Altman (acho…).

    ResponderEliminar
  7. Agora conseguiste por a minha imaginação a funcionar...

    ResponderEliminar
  8. Eu explico-te porque estão assim infelizes :)...

    A primeira tem uma espécie de bicho na cabeça...imagina lá andar a fazer equilibrismo nos sapatos que usa com aquilo na tola. Parece um sargo ou uma Xaputa ehhehe.

    A segunda...ser obrigada a mostrar o mamilo e os pais a verem na bancada principal...é humilhante...coitadita!

    Não é facil ser-se modelo...e burras :).

    Tretoso...o Bruno ehhehehe...ri tanto :)!

    Abreijinhos

    ResponderEliminar
  9. porra que borbulha horrorosa que ela tem no peito :s

    ResponderEliminar
  10. Como diria o meu filho com um ar superior de quem sabe tudo, do alto dos seus 2 anos e meio: "Eu vou-te ensinar"

    Ora uma modelo para chegar a percorrer a "catwalk" de um desfile de alta costura tem de passar muitas fominha, porque não podem engordar nem uma grama durante os meses em que os estilista criam as peças - sim aquilo não é roupa para vestir, são apenas peças de arte para mostrar que se tem dinheiro para as comprar - porque eles não estão para fazer alterações. Também não podem emagrecer porque senão a peça cai-lhes, nas mamas, ou pior nas ancas.
    Depois têm de dormir com os estilistas, ou os produtores, ou os investidores, ou seja lá quem fôr que as possa pôr dentro de um trapinho, porque quem manda nelas são as agências e são esses que ganham os milhões - não que elas recebam mal para o trabalho que desempenham, mas o grosso do bolo vai para as agências.
    Alêm disso, para não se lembrarem de comer e não serem esquisitas com quem têm de "comer" e a quantidades de homens e mulheres a quem têm de dar o corpinho ao manifesto, enfrascam-se em alcool e drogas.
    Agora alia a tudo o que disse antes o facto de terem de vestir aquelas coisas horrorosas com lantejoulas, penas, perservativos, papel, tecidos que picam, mostrar no inverno as coleções do verão com coisas minusculas que por vezes não tapam nada e que as fazem tiritar de frio, mas que não podem demonstrar, ou morrer de calor na estação inversa. Já para não falar dos saltos vertiginosos onde têm de pôr os pezinhos e por vezes "correr" a passadeira.

    Com uma vida tão dificil, achas que têm tempo para sorrir? Sabem que começam aos 12 para acabar a carreira aos 25 - isto se conseguirem chegar lá sem se matar de fome ou de overdose.

    ResponderEliminar
  11. A Orfão T. falou ali em neutralidade e acho que é capaz de ter razão. Imagina que uma modelo desfilava a sorrir com as criações de determinado estilista e depois, por qualquer razão, não o fazia com as criações de outro estilista... Havia logo barulho.
    Outra hipótese é aquele look estar na moda. :P

    ResponderEliminar
  12. Órfão,

    Tem toda a lógica o que escreveste mas, de qualquer modo, um ar neutro não teria de ser tão evidentemente infeliz... acho.
    Conseguem ter um olhar completamente vazio, pelo menos a grande maioria das que tenho visto.

    ResponderEliminar
  13. Paulo,

    No raciocínio desssas excentricidades da alta costura, um dia em que um estilista peça às suas modelos para sorrirem vai ser considerado um must! Vai ser o maior excentrico de todos os tempos! É que até dá dó olhar para as pobrezinhas! Pela magreza e pela infelicidade!

    (Não me lembro dos filmes, mas vou procurar :)

    ResponderEliminar
  14. The One,

    Gosto de por imaginações a funcionar... ;)

    ResponderEliminar
  15. Afrodite,

    Lol.
    Boas justificações, sim senhora, mas pelo que recebem de cachet, até nuas e com um urso pardo à volta do pescoço poderiam andar!

    :)

    ResponderEliminar
  16. A,

    E vais ver que um dia destes ainda vai mandar realçar essa borbulha com um balão por baixo dela!

    ResponderEliminar
  17. provavelmente morre de fome antes.

    ResponderEliminar
  18. Gata,

    Bolas!
    Pintaste um quadro tão negro que acabei de desistir do meu sonho de desfilar na passarola! (Ou qualquer coisa com um nome assim parecido;)
    Mas terás bastante razão, que não deve ser uma vida nada fácil... se bem que não tão miserável quanto as carinhas delas fazem parecer, acho.
    Ah! E a maior parte dos "sacos" que vestem não notariam nem que elas engordassem 30 Kg! Caia-lhes da mesma maneira: horrorosamente!

    Eheheh, foste mazinha mas talvez tenhas feito um bom resumo do que pode ser a profissão de modelo :)

    ResponderEliminar
  19. Rice,

    Acho lógico isso da neutralidade mas neutralidade não é sinónimo de infelicidade... acho eu na minha inocência :)

    E se estiver na moda ser ou parecer infeliz, eu jamais quererei ser fashion!

    :)

    ResponderEliminar
  20. A,

    Vão pondo a moça a soro no intervalo dos desfiles...

    ResponderEliminar
  21. A Gata disse tudo de uma forma mais clara.
    Eu vivi no centro de Milão durante 5 anos, eu vi as miúdas de 13, … 16, anos, especialmente dos países de leste, encostadas às portas da agências ou seminuas a passear pela via Monte Napoleone, via Bagutta, em San Babila ou no corso Venezia entre outros lugares. À noite, a procura continua pelas discotecas e bares da cidade.
    Num dos anos que lá estive um elemento top da Elite Model, foi despedido por molestar as miúdas, readmitido uma semana depois… à italiana…
    Eu sei a vida que levam e como partilham aos grupos os apartamentos do centro, tinha várias como visinhas.
    Ninguém conhece este lado da realidade ou das que vão embora , no anonimato, depois de terem sido bem “amanhadas” por “angariadores de carne fresca”….

    ResponderEliminar
  22. … cheguei tarde e penso que já tudo foi dito e com muito mais conhecimento de causa do que poderia ter… assim, direi apenas que a mim o que me entristece, ao ver fotos como as que escolheste, é que aquilo não são mulheres mas cabides! (como já afirmei, o ideal de beleza anoréctico que parece vigorar na sociedade actual não é por mim partilhado de todo!!)

    Beijinhos,
    FATifer

    PS – sim este comentário foi mesmo só para não dizeres que não tinha comentado :P

    ResponderEliminar
  23. Falando muito a sério...para mim são como as vacas, um desfile de gado. Sujeitam-se a caprichos de criadores só para se tornarem "modelos", "vacas leiteiras". Pois que tenho uma tia avó que foi modelo e pois que era linda e pois que bla bla bla...portanto não estou a cuspir para o ar...até porque já sei que me cai na tola. Cada pessoa escolhe o caminho que quer, se estão tristes com o caminho que escolheram MUDEM...vão trabalhar...deixem-se de "paneleirices". Há muita cara bonita que prefere trabalhar à séria...ok há necessidade deste tipo de coisa para animar a malta mas que não se façam de coitadinhas porque não comem ou não cagam durante um mês. Estão lá porque querem...ganham para isso, façam-no com dignidade, não se sujeitem a merdas. Eu também já podia estar no topo da cadeia alimentar do meu tasco, se fizesse uns bicos por aqui e por ali...não fiz...estou a recibos verdes, ganho o que ganho...mas durmo bem, sinto-me bem na minha pele. São escolhas...estão tristes MUDEM...

    Hmmm ando cá com um feitiozinho de merda ;)

    Abreijinhosssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  24. Fazem-me lembrar as alunas do Tomás Taveira...epa antes denuncia-lo e ter negativa a levar no cu de gajos nojentos. É por estas e por outras que estas vacas lixam a vida às que querem subir pelo que valem. Irrita-me deveras! Mesmo!

    Já disse tudo :)

    Abreijinhos

    P.S. - Confessa, já tinhas saudades não?

    ResponderEliminar
  25. Paulo,

    Tenho de confessar que esse modo como tu e a Gata 2000 falaram da vida de uma modelo para mim era apenas a ideia do que poderia ser apenas numa excepção, não tinha a noção de que poderia ser uma regra geral.
    Lamentavelmente há, sempre houve e sempre haverá quem se aproveite de quem procura seguir um sonho e também quem tudo faça para alcançar esse sonho... sem limites, sem medir consequencias, para si ou para os demais.
    É nesse grupo de crianças (que não passam disso mesmo) que tudo me choca muito mais.
    É um mundo do qual pouco ou nada conheço mas, e é para isto que o blogue também serve, estou a gostar de saber um pouco mais :)

    ResponderEliminar
  26. FATifer,

    Para mim também é um mundo desconhecido.
    Para mim também é algo que me choca... imaginar que haja quem se sacrifique tanto, passe tanta fome, em prol de algo tão... efémero mas, lá está, são opções de vida, cada um toma as que quer ou pode e há que (tentar ao menos) respeitar.

    (Os meus ideais de beleza também incluem uns bons kilinhos mais :)

    ResponderEliminar
  27. Afrodite,

    Nem acho que hajam mulheres muito bonitas nos desfiles de moda.
    São mulheres muito altas e muio magras mas beleza de cara, salvo raras excepções, não vejo.
    Talvez isso esteja dentro da lógica dos criadores que procuram um "cabide" que transporte as suas "obras primas" e que o "cabide" não tire o protagonismo à peça. Não sei.
    Sei que para ti, para mim, para muitos, nada vale mais do que a dignidade e essa não se vende por dinheiro nem por uma carreira. Mas são escolhas, cada um tem as suas prioridades.

    E sim, nada vale mais do que chegar ao fim do dia, do mês, do ano, da vida, sabendo que tudo o que conseguimos foi pelo nosso esforço e sem nos vender, usar ou deixar humilhar!

    "Confessa, já tinhas saudades não?"

    SIMMMMMMM!!!!!!
    Tinhas dúvidas?!
    ;)

    ResponderEliminar
  28. Bolas, depois do que já foi dito, não ficou nada para eu acrescentar... buáaaaaa!

    ResponderEliminar
  29. Vani,

    O que só reforça a minha ideia de que a profissão de modelo é bem pior do que aquilo que eu sempre imaginei... é que ninguém consegue contrariar o que já foi dito :)

    ResponderEliminar
  30. Pax, isso é porque nunca tiveram modelos como nós. Porque se tivessem, nunca lhes faltaria sobre o que falar...ahahahahah!

    ResponderEliminar
  31. Vani,

    Lolololol, se houvessem modelos como nós, os criadores aprendiam a fazer coisas a que pudessem chamar "roupa"! Nem que fosse à estalada ou vencidos pelo cansaço!

    ;)

    ResponderEliminar
  32. Comigo estavam tramados, pax. Sou muita esquisita com as modas. E ando sempre atrás delas (ou seja, só adiro quando já passaram). Mas a minha frase padrão, se alguém tiver o descabimento de me chamar a atenção para o facto de estar a usar um acessório qualquer que seja considerado OUT pela Vogue e afins, será "então mas a querida não sabe que a tendência deste outono/inverno é revivalista?"

    ps - se bem que o revivalismo deste outono/inverno caia em cima do raio dos chumaços...aiiiiiiiiiiiiiiiii kórrórrrrrrrr!

    ResponderEliminar
  33. Vani,

    Eu nunca ando de acordo com a moda! Isto pelo simples motivo de que me recuso a usar uma tshirt às riscas azuis com uma saia às bolas amarelas, calças de cintura tão descaida que mostre as cuecas e coisas desse género!

    Chumaços?!
    No sitio do costume ou já passaram para os joelhos?
    ;)

    ResponderEliminar
  34. Bolas, já tudo foi dito e só me apetece dizer uma velha rima "é triste ser-se tão triste..."

    Estou com a Afrodite, opções tomam-se e assumem-se :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  35. LBJ,

    Apesar de ser impossivel que se diga tudo, fiquei a saber bastante mais do que aquilo que sabia :)

    Nos meus tempos de juventude (cof, cof), escrevia-se outro clássico nas trocas de poemas "sorri, sorri sempre... porque mais triste que um sorriso triste é a tristeza de não saber sorrir"

    :)

    ResponderEliminar
  36. Gostei do teu blog! Se puder me visitar, http://sindromemm.blogspot.com
    Valeu!

    ResponderEliminar

Este local serve para largar comentários, daqueles, dos inteligentes e com sentido...todos os outros, que consideremos que não cumprem esses critérios, serão eliminados prontamente. Mais...anónimos amigos por favor identifiquem-se, já basta não conhecermos a cara...pelo menos o nome/nick.
Desde já o nosso agradecimento, voltem sempre!

Ah! E a pedido da nossa estimada leitora Van, passamos a avisar que a leitura deste blogue engorda!